Patronal abandona Campanha Salarial 2016/2017

852

comunicados

A patronal, mais uma vez, demonstrou que não quer negociar o reajuste dos trabalhadores. A preocupação deles e ganhar dinheiro nessa eleição, de forma direta e indireta. A falta de respeito com a categoria é tão grande que nem ao menos responderam o e-mail, com ofício em anexo, que o Sindicato Profissional encaminhou chamando para a negociação.

A patronal segue a mesma linha do governo Temer, só quer retirar direitos já conquistados pela categoria.

Para que possamos avançar nessa campanha é preciso que todos se organizem em seus locais de trabalho para uma paralisação/greve, como estão fazendo os bancários, correios, metalúrgicos e outras categorias. Faça contato com seu sindicato e manifeste sua insatisfação para uma possível paralisação na gráfica onde trabalha. Só assim a patronal irá descruzar os braços e voltar a negociar.

JORNADA NACIONAL DE PARALISAÇÃO DE LUTA CONTRA A RETIRADA DE DIREITO

No dia 15 e 22 de setembro dia de Jornada de Paralisação Nacional de Lutas contra os ataques do governo TEMER retirando os direitos dos trabalhadores.

  • Não Podemos Aceitar Aumento da Carga de 8hs para 12hs diárias
  • Não Podemos Aceitar Acabar com Multa de 40% do FGTS
  • Não Podemos Aceitar Reduzir Nossa Hora de Almoço
  • Não Podemos Aceitar Acabar com 13º Salários
  • Não Podemos Aceitar Essa Reforma da Previdência, que quer aumentar a idade para aposentadoria.

#NenhumDireitoaMenos   #VamosÀLuta