STIG-MG participa dos atos na Greve Geral de 30 de junho

335

O Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Gráficas, de Jornais e Revistas no Estado de Minas Gerais (STIG-MG) esteve presente na Greve Geral de 30 de junho. Os trabalhadores unidos se posicionaram contra as reformas trabalhista e previdência; pela anulação da lei de terceirização e pela saída de Michel Temer e todos os corruptos do Congresso Nacional.

O STIG-MG participou de ações na cidade de Divinópolis, no Oeste mineiro, onde foi realizado um protesto com o fechamento de pista e logo após outros atos aconteceram na cidade.

Em Contagem, região Metropolitana de Belo Horizonte, o STIG-MG realizou assembleia com os trabalhadores gráficos na porta da empresa TLV, no bairro Água Branca. Houve paralisação de uma hora, ocasionando o atraso para a entrada no trabalho e, dessa forma, mostrando aos patrões a importância e o valor de cada trabalhador.

Em seguida o STIG-MG participou do ato unificado, na praça Sete, no centro de Belo Horizonte, exigindo mais respeito e se posicionando contra as reformas e pela saída de todos os corruptos. Após foi realizada uma caminhada até a praça da Assembleia, local onde foi realizada uma audiência pública para encaminhar uma denúncia sobre os prejuízos que as reformas trabalhistas e da previdência podem trazer para o país.

O STIG-MG permanece firme na luta contra a retirada de direitos. Não fique de fora e venha participar da construção de um novo futuro.