STIG-MG grita Fora Temer durante protesto em BH

324

O Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Gráficas, de Jornais e Revistas no Estado de Minas Gerais (STIG-MG) continua firme na luta em defesa dos trabalhadores brasileiros. Nessa quinta-feira (18), o STIG-MG se uniu a mais de 50 mil trabalhadores, no centro de Belo Horizonte, durante ato que exige eleições a saída do presidente corrupto, Michel Temer.

Além de Temer, Aécio Neves e a irmã dele, Andreia Neves, que está presa, também foram alvos dos protestos. O Sindicato dos Gráficos se posiciona para saída de todos os corruptos e uma limpeza geral na política brasileira. Chega de desrespeitos aos trabalhadores que, historicamente, sempre pagaram pela ineficiência e desonestidades dessa política corrupta.

O STIG-MG está atento aos desdobramentos sobre o futuro da Presidência da República e pronto para lutar e defender os direitos conquistados, bem como melhorias para todos os trabalhadores. Não fique parado, faça parte dessa luta!