Sindicato luta contra retirada de Direitos

560

O Sindicato dos Gráficos realizou, no dia 22 de setembro, assembleias nas portas das gráficas para debater o Dia Estadual de Paralisação e Luta contra o Governo Temer e todos os deputados corruptos que tentam emplacar Projetos de Lei que escravizam os trabalhadores.

Assim como eles, a Patronal não age diferente, pois abandonou as negociações depois de sua contraproposta ser reprovada, por duas vezes, durante assembleia.

Os trabalhadores participam das assembleias e votam por uma paralisação caso a patronal não retome as negociações. Algumas empresas já procuraram o Sindicato dos Gráficos para a realização de Acordos Coletivos de Trabalho, já que o Sindicato Patronal se mantém afastado das negociações.

O Sindicato dos Gráficos já tentou, por várias vezes, marcar reuniões com a Patronal, que nem ao menos responde aos e-mail enviados. O STIG-MG vem fazendo a parte dele, mas quem tem o poder do capital são os patrões.

Rumo a greve geral!