Incêndio no parque gráfico do Estado de Minas preocupa sindicatos de trabalhadores

40

Um incêndio grave atingiu o parque gráfico do jornal Estado de Minas na tarde desta quarta-feira 21/11. O local foi interditado, os gráficos foram comunicados para não irem trabalhar, o jornal deverá ser rodado em Brasília. Por volta das 17h, os bombeiros faziam o trabalho de rescaldo, depois de apagarem as chamas. A Defesa Civil foi acionada e fazia uma vistoria de risco do local. Ninguém se feriu.

O Sindicato dos Jornalistas e o Sindicato dos Gráficos estão preocupados. Segundo José Aparecido, diretor do Sindicato dos Gráficos, o incêndio pode ter sido provocado por falta de manutenção, situação que atinge as instalações do Estado de Minas em geral e põe em risco os trabalhadores. A intenção dos sindicatos é chamar uma discussão sobre o assunto para ver o que fazer e evitar uma tragédia.

Segundo apurou o Jornalistas de Minas, o estrago provocado pelo incêndio foi grande, apesar da chuva que caiu sobre a cidade durante todo o dia. A sala de imprensa do Corpo de Bombeiros informou que o incêndio começou com um curto circuito num transformador da Cemig, por volta das 13h. Ele teria começado num gerador e numa área de tinta. Uma laje, onde ficam as contadeiras e amarradeiras, teria trincado. A Defesa Civil foi acionada pelos Bombeiros por volta das 15h. A vistoria de risco vai definir se o prédio poderá voltar a ser usado ou se ficará interditado.

O parque gráfico do Estado de Minas fica no bairro Santa Efigênia, em Belo Horizonte. No prédio também estão os arquivos do jornal.

A imagem da foto foi feita por celular.

#LutaJornalista
#SindicalizaJornalista

[21/11/18]
Compartilhar